Ciclismo 12/11/2020 09:08

Cezinha Nunes reafirma compromisso para fazer valer a Lei do Siclonatal

Por admin

Uma das principais promessas de campanha do candidato a vereador do município de Natal, Cezinha Nunes, é o cumprimento da Lei 0349/2011 criada para implantar o Sistema Cicloviário de Natal, mas que caminha a passos lentos para sua total implantação. Como prova de seu engajamento em trabalhar por uma Mobilidade Urbana sustentável, Cezinha assinou uma carta de compromisso eleitoral com a Associação dos Ciclistas do Rio Grande do Norte (ACIRN). No documento, reafirmando o seu posicionamento ao cumprimento da Lei que criou o Siclonatal, inclusive com a efetivação do Conselho de Política Cicloviária, criado em 2013 para ampliação da gestão participativa da Mobilidade Urbana.

Cezinha assinou carta de compromisso com ACIRN (Foto/Divulgação)

“Tem muito candidato desatento apresentando projetos de lei que já existem mas não são colocados em prática, é o caso da Lei 0349/2011 que obriga o município a implantar o Sistema Cicloviário de Natal e nesta carta venho confirmar junto a ACIRN e aos praticantes do ciclismo da nossa cidade o meu compromisso em trabalhar e lutar, caso seja eleito, em favor da efetivação desta lei, pois crianças, jovens, adultos e idosos merecem pedalar com mais espaço e segurança pelas ruas da capital”, ratifica o candidato.

Na carta de compromisso Cezinha também revela sua preocupação constante com a Mobilidade Urbana e o Plano Diretor da capital potiguar. “São minhas propostas e reafirmo mais uma vez que iremos fazer funcionar o Conselho de Política Cicloviária e juntos trabalharmos por uma Mobilidade Urbana melhor e mais sustentável incentivando o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo e da revisão do Plano Diretor que tem a obrigação de humanizar e democratizar os espaços públicos para a prática esportiva, lazer e qualidade de vida”, garante o candidato.

Cezinha reforçou ainda a importância de se lutar por mais vagas de estacionamento para bicicletas no comércio da cidade. “Está provado que o trânsito de bicicletas ajuda a promover o comércio, pois ciclistas são clientes em potencial que passam em baixa velocidade e não exigem grandes áreas de estacionamento. Em Melbourne, na Austrália, comerciantes que investem em uma vaga de carro recebem 65 dólares australianos de retorno por hora, enquanto que substituindo esse espaço por seis vagas de bicicletas o retorno é de 283 por hora”, revela.

O candidato encerra fazendo uma crítica a falta de envolvimento da Câmara Municipal com os anseios da população natalense. “Há nove anos que esperamos pela incorporação do Sistema Cicloviário do Município de Natal ao Sistema de Transporte Público de Passageiros, há nove anos que aguardamos o suporte para as bicicletas nos ônibus e trens, há nove anos que ansiamos pela criação do Fundo Municipal de Ciclovias que financiaria as campanhas educativas, mas infelizmente o comprometimento dos vereadores com sua população é zero, pois também é função do poder legislativo fiscalizar e lutar pelos direitos do cidadão”.