Automobilismo 11/03/2014 16:36

Victor Uchoa faz grande corrida e sobe no pódio em São Paulo

Por admin

O potiguar Victor Uchoa mais uma vez foi destaque neste final de semana e brilhou como um dos grandes do esporte no país. O piloto, que correu a segunda etapa do KantanKart, em Itu, interior de São Paulo, no Kartódromo Brasil Kirin, ficou dez voltas sem freio e segurou o seu kart para conquistar a terceira colocação na sua categoria. As dificuldades no final de prova não impediram o kartista de subir no pódio. “Foi muito complicado o último trecho da corrida, já que eu estava sem freio. Literalmente segurei meu kart no braço e fiquei muito satisfeito em terminar entre os líderes”, vibrou Uchoa.

Victor usou toda sua experiência para conquistar um grande resultado em São Paulo

Victor usou toda sua experiência para conquistar um grande resultado em São Paulo

O destaque especial ficou por conta da sua largada, quando o potiguar ganhou cinco posições de saída. “É um dos meus fortes. Como larguei em 9º, sabia que precisava conquistar o máximo de posições na largada. Saltei para quarta colocação e briguei muito para seguir entre os líderes da prova até o final”, destaca Victor. Uchoa comemorou o seu desempenho na prova, já que o Kartódromo Brasil Kirin vai receber o Campeonato Brasileiro. “Essa etapa também serviu de preparação para o Brasileiro. Fui campeão em 2010 e esse ano vou entrar novamente para vencer. Então, como não tenho mais pista no Rio Grande do Norte para treinamento, ter a oportunidade de correr na pista do Brasileiro foi muito bom para mim”, explicou Victor.

Para o seu pai e empresário, Gláucio Uchoa, o fator de não ter um espaço para treinamentos e competições locais valoriza ainda mais a corrida de Victor. “Ele foi terceiro, mesmo sem pista para treinar no estado e correndo dez voltas sem freio. Apesar de ficar muito feliz com o resultado, lamento não ter mais pista no Rio Grande do Norte, pois certamente os resultados seriam ainda melhores. Ele está correndo praticamente em um esforço nosso para ele não abandonar o esporte. A força de vontade dele é o grande diferencial para ele seguir realizando corridas espetaculares como a desse final de semana”, destaca Gláucio.

O KantanKart, categoria monomarca dos chassis italianos PCR, equipados com motores italianos Parolin 125, refrigerados à água, é destinada a pilotos com idade entre 11 e 16 anos. O torneio oferece um sistema de “arrive-and-drive”, no qual fornece todo o equipamento para os pilotos que, por sua vez, levam apenas a vestimenta de corridas e um mecânico para a área de boxes.