Surf 02/08/2014 11:09

Potiguar busca classificação para mundial de surfe

Por admin

Surfista potiguar é “nativo” de Baía Formosa (Crédito/Divulgação)

Surfista potiguar é “nativo” de Baía Formosa (Crédito/Divulgação)

O Red Nose Pro Junior vai reunir a nova geração do surfe da América do Sul em Baía Formosa e um potiguar é apontado como um dos grandes valores da nova geração brasileira do surf que vai competir entre os dias 8 e 10 de agosto na cidade do extremo sul do Rio Grande do Norte. E Italo Ferreira vai disputar a competição no quintal de casa. Afinal, este potiguar é “nativo” de Baía Formosa e completou 20 anos em maio passado. Ele chega para o Red Nose Pro Junior com o título sul-americano Pro Junior da ASP South America em 2012 na bagagem, já foi campeão brasileiro também da categoria e seu grande objetivo é ser campeão mundial.

Em 2013, ele não participou da única seletiva realizada no Peru e ficou de fora do Mundial, que pela primeira vez foi realizado no Brasil e com o fenômeno Gabriel Medina conquistando o título nas ondas da Praia da Joaquina, em Florianópolis (SC). Em seu último ano na categoria e competindo em sua cidade, ele tem a oportunidade de iniciar a briga pelas vagas nas ondas onde aprendeu a surfar. Isso porque depois do Red Nose Pro Junior, só mais uma etapa do ASP South America Pro Junior Series 2014 será realizada para definir o campeão sul-americano e os quatro classificados para o Mundial da ASP, nos dias 16 a 20 de setembro em Chicama, no Peru.
Baía Formosa pela primeira vez vai sediar uma competição internacional de surfe com as grandes promessas do esporte no Brasil e de outros países da América do Sul. O campeonato é realizado pela Agência Cuca, que além do relacionamento com a imprensa, é responsável pela realização e idealização do campeonato aqui no RN, através do seu departamento de marketing na gerência do Armando Diniz.