Natação 24/08/2014 14:57

Nadador radicado em Natal leva ouro e bate recorde no Pan-Pacífico

Por admin

fratus

Radiado em Natal, Fratus levou ouro no Pan-Pacífico (Matt Roberts / Getty Images)

O carioca mais potiguar de todos Bruno Fratus brilhou no Pan-Pacífico de natação encerrado neste domingo, na Austrália. Na prova mais rápida da natação, os 50 metros livres, o brasileiro, que foi criado em Natal e Mossoró, venceu com 21s44, superando em um centésimo o melhor tempo de sua carreira, e conquistou a tão sonhada medalha dourada para coroar a boa performance da equipe brasileira na competição. O feito de Fratus ajudou o Brasil a terminar as disputas no Gold Coast com quatro pódios (1 ouro, 2 pratas e 1 bronze). O próximo Pan-Pacífico de Natação será em Tóquio, Japão, em 2018, como evento-teste dos Jogos Olímpicos de 2020.

O tempo de Fratus o mantém na segunda colocação da prova em 2014, atrás somente do 21s39 de Cesar Cielo no Maria Lenk, em abril. De quebra, Fratus quebrou o recorde da competição, que pertencia ao americano Nathan Adrian, 21s55, da edição passada, em 2010. Desta vez, Adrian teve que se contentar com o bronze, 21s80, atrás de seu compatriota, Anthony Ervin, prata com 21s73. “A prova foi boa, é o melhor tempo da minha carreira, que era o 21s45 do Troféu Maria Lenk. Vencer aqui é bem legal, basta ver a empolgação do público que lotou a arquibancada”, disse Fratus

Ontem, Fratus já havia ajudado o Brasil a conquistar a primeira medalha em revezamentos no Pan-Pacífico. Ao lado de João de Lucca, Marcelo Chierighini e Nicolas Nilo, eles conqquistaram o bronze na prova dos 4×100 livre. 3m14s93. “Já estava na hora. Este revezamento é uma das provas mais fortes na nossa história. Não ganhamos, mas demos um belo sufoco em todos. Um bom treino pra resgatar a tradição do 4x100m livre que tem tudo para brilhar em 2016”, vibrou Fratus.