Judô 21/09/2014 13:38

Judoca potiguar é vice-campeã brasileira

Por admin

Marisa Barreto foi prestigiada pelo secretário Estadual de Esportes, Joacy Bastos, e o presidente da FJERN, Tibério Maribondo

Marisa Barreto foi prestigiada pelo secretário Estadual de Esportes e Lazer, Joacy Bastos, e o presidente da FJERN, Tibério Maribondo

A potiguar Marisa Barreto disputou a final contra a paranaense Mayara Oishi

A potiguar Marisa Barreto disputou a final contra a paranaense Mayara Oishi

Sede do Campeonato Brasileiro de Judô Sub-23, Natal assistiu neste domingo (21) a atleta potiguar Marisa Vieira Barreto conquistar o título de vice-campeã brasileira, na classe pesado (+78kg). O evento realizado no ginásio Nélio Dias começou no sábado e encerrou hoje com a participação de 210 judocas de 23 estados nacionais. Os campeões conquistaram vaga para a Seletiva Nacional Rio 2016.

Apesar de ter perdido a vaga para a seletiva, Marisa comemorou a medalha de prata. “Infelizmente não deu para conseguir a classificação, mas estou muito feliz com esse vice campeonato, a adversária do Paraná era muito forte e com muita superação consegui a medalha de prata”, disse Marisa que em 2013 ficou de fora da final por contra de uma fratura no braço. “Eu já vinha perseguindo este pódio desde o ano passado e agora estou aqui como segunda melhor do Brasil na minha classe, é muito gratificante”, completou a atleta.

No balanço geral da competição, o presidente da Federação de Judô do Estado do Rio Grande do Norte, Tibério Maribondo, considerou positivo a participação potiguar. “Conseguimos dois quinto lugares e uma medalha de prata, e dentro do nível da competição mostramos que estamos evoluindo. No geral fica uma grande legado para os atletas do Rio Grande do Norte que competiram em alto nível com atletas de outros estados, uma troca de experiências importante para o fortalecimento do nosso judô, mostrando que também temos condições de sediar grandes eventos”, comentou.

Os dois quintos lugares conquistados pelo Rio Grande do Norte foram através dos atletas Clara Nunes e Pablo Renan. A competição nacional realizada em Natal é uma das mais importantes do calendário da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), que foi representada em solo potiguar pelo seu vice-presidente Marcelo França.

Classificação individual

Meio Pesado/Masculino (-100kg)
1º – Horácio Antunes (RS)
2º – Gabriel Amaral (SC)
3º – Delan Monte (PB)
3º – Mateus Santos (ES)

Pesado/Masculino (+100kg)
1º – Juscelino Junior (MG)
2º – Artur Silva (SC)
3º – Bruno Ogata (PB)
3º – Victor Silva (SP)

Meio Pesado/Feminino
1º – Talita Morais (SP)
2º – Nathalia Parisoto (SC)
3º – Stefanie Miranda (RS)
3º – Melina Scardua (RS)

Pesado/Feminino
1º – Mayara Oishi (PR)
2º – Marisa Barreto (RN)
3º – Kawanne Martins (SP)
3º – Tuany Siqueira (RJ)

Classificação Geral – Feminino

1º – São Paulo
2º – Rio de Janeiro
3º – Paraná
4º – Pernambuco
5º – Minas Gerais
6º – Rio Grande do Sul
7º – Santa Catarina
8º – Rio Grande do Norte
9º – Paraíba
10º – Espírito Santo
11º – Piauí
12º – Amazonas
13º – Distrito Federal
14º – Tocantis
15º – Sergipe
16º – Bahia
17º – Ceará
18º – Alagoas
19º – Goiás
20º – Mato Grosso
21º – Pará

Classificação Geral – Masculino
1º – Rio Grande do Sul
2º – Minas Gerais
3º – Santa Catarina
4º – Rio de Janeiro
5º – São Paulo
6º – Espírito Santo
7º – Pará
8º – Piauí
9º – Paraná
10º – Bahia
11º – Paraíba
12º – Distrito Federal
13º – Sergipe
14º – Ceará
15º – Mato Grosso
16º – Rio Grande do Norte
17º – Pernambuco
18º – Rondônia
19º – Alagoas
20º – Amazonas
21º – Roraima
22º – Goiás
23º – Maranhão