Geral 21/03/2015 10:30

SESI-RN faz bonito no Torneio de Robótica

Por admin

Delegação do SESI-RN participou do torneio com três times (Batlego, Bazinga Power e RobotxCooks)

Delegação do SESI-RN participou do torneio com três times (Batlego, Bazinga Power e RobotxCooks)

O Rio Grande do Norte fez bonito mais uma vez em competição nacional realizada pelo Sistema Indústria. Desta vez foi no Torneio de Robótica FIRST LEGO League, promovido pelo Serviço Social da Indústria (SESI), domingo (15), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. A delegação do SESI-RN, que participou do torneio com três times (Batlego, Bazinga Power e RobotxCooks) se destacou em duas categorias: Melhor Técnico e Mentor com Francisco Everaldo, da equipe Bazinga Power, e 1º Lugar na Categoria Trabalho em Equipe com a Equipe RobotxCooks.

A equipe Big Bang Birigui, do SESI de Birigui (SP), foi a grande campeã da temporada do Torneio. Em segundo lugar, ficou a equipe AC/DC/EG, do Colégio Eduardo Gomes, de São Caetano do Sul (SP). A equipe Mega Snakes, do SESI de Boituva (SP), ficou na terceira posição. As equipes Itaperobota (Itapetininga, SP), 111 Robonáticos (São Paulo), Robotic Generation (São José do Rio Preto, SP), Turbotubies (Valinhos, SP) e SESI Canaã Robots (Goiânia) completam a lista dos oito times que conquistaram vagas para torneios internacionais de robótica. São duas vagas para a competição dos Estados Unidos, três para a África do Sul e mais três para a Austrália. Cada time, seguindo a ordem de colocação, poderá escolher onde quer participar.

Durante três dias, a etapa nacional do Torneio de Robótica reuniu 60 equipes de 18 estados. Cerca de 600 estudantes com idades entre 9 e 16 anos de escolas públicas e particulares, além de um time de garagem, estavam presentes. As equipes foram avaliadas em quatro critérios: design do robô, projeto de pesquisa, core values e desafio do robô. Para conseguir uma boa pontuação, os times precisaram apresentar soluções inovadoras no tema desta temporada – o futuro da aprendizagem – assim como demonstrar companheirismo e ética na disputa; projetar e programar um robô com eficiência e estratégia; e realizar o maior número de tarefas com o robô na arena, como arremessar uma bola ao gol, abrir portas ou movimentar argolas de um lugar para o outro, em rounds de apenas dois minutos e meio.

O gerente-executivo de Educação Básica do SESI, Sérgio Gotti, avalia positivamente a participação dos estudantes e do público no evento. Segundo ele, o sucesso é resultado do jeito eficiente de aprendizagem, a partir da robótica.