Atletismo 26/05/2015 09:19

Atletismo potiguar estudantil na vitrine do mundo

Por admin

Presidente da FNAT, Magnólia Figueiredo, vem desempenhando um forte trabalho nas escolas públicas do RN

Presidente da FNA, Magnólia Figueiredo, vem desempenhando um forte trabalho de bases nas escolas públicas do Rio Grande do Norte

A equipe de atletismo da Escola Estadual João Tibúrcio, do município de Goianinha, foi convocada pela Confederação Brasileiro do Desporto Escolar (CBDE) para representar o Rio Grande do Norte nos Jogos de Verão FISEC, em Malta, na Europa. A competição ocorrerá no período de 8 a 14 de julho e contará com a participação de mais sete delegações regionais. O convite partiu da Confederação Brasileira do Desporto Escolar. A delegação potiguar contará com seis atletas e um técnico.

A convocação da escola de Goianinha foi fruto dos resultados positivos obtidos no Campeonato Brasileiro Estudantil 2015, realizado em Recife, no início do mês de maio. Conduzido pela força e o talento dos atletas das escolas estaduais, o Rio Grande do Norte alcançou o 2º lugar geral nacional no feminino e o 3º lugar geral nacional no masculino. “Tivemos um grande resultado, mas podemos crescer ainda mais”, afirmou o técnico da Escola Estadual João Tibúrcio, de Goianinha, Juscelino de Souza.

Para a presidente da Federação Norte-riograndense de Atletismo (FNA), Magnólia Figueiredo, a convocação da escola estadual para os Jogos de Verão em Malta, é o resultado do trabalho que a federação vem desenvolvendo nas escolas públicas. “Com apoio da Codesp, estamos conseguindo fazer um trabalho muito bom com as escolas pública, hoje o atletismo faz um trabalho com professores qualificados, sistematizado e com planejamento, e dentro das possibilidades de nosso estado estamos conseguindo resultados satisfatórios, mostrando que vale a pena investir nos atletas de escolas públicas”, disse Magnólia.

Outro potiguar que está brilhando no atletismo estudantil é Pedro Hiaggo Natan e Silva, da Escola Estadual Querubina Silveira, localizada na cidade de Cerro Corá. Depois de conquistar o título brasileiro nos 110m com barreiras, ele representará o Rio Grande do Norte no Campeonato Mundial Estudantil que acontecerá no mês de junho na China. “Hoje, mesmo com algumas deficiências, temos capacidade técnica operacional, méritos do fruto de um trabalho”, completou Magnólia.