Surf 09/06/2015 05:00

Bombeiros iniciam projeto Surfe Salva na praia de Ponta Negra

Por admin

34

Durante as aulas, os participantes irão aprender técnicas de salvamento

O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) e a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA) estarão pondo em prática, a partir desta terça (9), às 8h, na praia de Ponta Negra, o Projeto Surf-Salva, que busca capacitar surfistas potiguares e praticantes da modalidade de Stand UP Paddle para contribuir com a redução de afogamentos no litoral. O curso terá duração de 8 horas/aula, com intervalo para o almoço. As instruções práticas serão iniciadas por volta das 9:30h.

Durante as aulas, os participantes irão aprender técnicas de salvamento com o uso de pranchas de Stand UP Paddle – SUP e pranchas de Surf. O Projeto Surf-Salva estava paralisado no RN desde o ano de 2006. O segundo curso ocorrerá na praia de Pipa, no dia 11 de junho.

Os interessados em participar do Projeto Surf-Salva, deverão realizar uma pré-inscrição no Grupamento de Busca e Salvamento – GBS, localizado na Av. Antônio Basílio, nº 1855, Bairro Lagoa Nova (escola Estadual Professor Acrísio Freire) ou entrar em contato pelo telefone 3232-7696 ou 3232-8444 para outras maiores informações.

O Surfista e o Surf Salva

O surfista é o visitante mais assíduo de nossas praias, embora na maioria das vezes sem nenhum treinamento, ele acaba se envolvendo em salvamentos, que em sua grande maioria são bem sucedidos, podendo eventualmente ter um fim trágico para ambos.

O salvamento com prancha de surf é tão antigo quanto o próprio descobrimento do surf no Hawaii (Duke Kahanamoto) e do salvamento aquático nos EUA (Comodoro Long Fellow).

Preocupada com esta situação, a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático – SOBRASA vem difundindo, o projeto “SURF-SALVA”, uma forma rápida de educação de surfistas na arte de salvar. Original do Rio de Janeiro nos anos 80, o projeto se dedica a ensinar aos surfistas os procedimentos básicos nestes casos. Alguns Estados como Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, e São Paulo realizam estes cursos em bases regulares, ensinando técnicas básicas de salvamento aquático com prancha e primeiro socorros aos surfistas.

O propósito do Surf-Salva não é formar profissionais em salvamento e sim contribuir com a redução de afogamentos, onde toda a sociedade tem papel e responsabilidade de ajudar.

Da Assessoria do CBMRN