Paradesporto 12/08/2015 05:00

Potiguares voltam a conquistar medalhas no Parapan

Por admin

2

Joseano e Thalita brilharam no halterofilismo e no atletismo (CPB/Divulgação)

O Rio Grande do Norte conquistou mais três medalhas para o Brasil no Parapan de Toronto. No último dia de disputas no halterofilismo dos Jogos, na categoria pesado (unificado entre atletas de até 107kg e acima de 107kg), Joseano Felipe, atleta da Cadef/RN, conquistou a medalha de ouro. Já no atletismo Thalita Vitória brilhou ao conquistar a prata no salto em distância enquanto Rildene Fonseca foi bronze nos 50m peito SB3 da natação.

Para Joseano, a conquista veio com um levantamento de 200kg e coroou o bom momento do atleta, que chegou a pensar em desistir do esporte em 2007. “Fico muito feliz com a medalha de ouro, porque era isso que estava procurando aqui em Toronto. Já tinha ganhado o ouro no Regional das Américas e o Parapan era o foco. O alívio é maior porque em 2007, no meu primeiro Parapan, queimei as três tentativas e pensei em parar, mas muita gente falou comigo que isso era coisa do esporte e eu não larguei. Voltar para o Brasil com a medalha de ouro é como tirar um peso enorme das costas”, contou.

O medalhista de ouro ainda acabou cumprindo um “pedido” dos amigos que torceram por ele no Brasil. “As pessoas que falaram comigo antes de vir pediram a medalha, mas queriam a medalha de ouro. Então está aqui, vou levar”, brincou o campeão. Com o término da modalidade no Parapan, o Brasil encerrou a campanha com oito medalhas no halterofilismo e o segundo lugar no quadro (três de ouro, uma prata e quatro de bronze), atrás apenas do México, que obteve nove pódios.

Thalita

Thalita Simplicio conquistou a medalha de Prata no Salto em distância T11/T12. Ela saltou 4.46 metros para ficar com a segunda posição. Nesta quarta, Thalita competirá os 200 metros T11 e irá em busca de mais medalhas.