Geral 18/12/2015 08:30

Praticantes de Crossfit arrecadam doações para Casa Abrigo

Por admin

3

A arrecadação foi feita no último domingo (13) (Secom/Natal)

Um grupo de amigos praticante da modalidade esportiva Crossfit estava em busca de uma instituição para receber as doações que seriam arrecadadas por uma campanha que fariam neste final de ano, quando souberam do trabalho realizado pela Casa Abrigo Clara Camarão, da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (Semul).

A instituição foi a escolhida, e a arrecadação foi feita no último domingo (13) em um treino solidário realizado pelas academias Crossfit das 50 de Capim Macio, Wal, Suntown, Crossfit Stylo, WCore, Box Prime e Cross Castro, apenas para mulheres. Além das doações feitas no dia do treino, elas também incentivaram a doação em seus ambientes de trabalho e entre os amigos.

Assim, na manhã desta quarta-feira (16), a Semul recebeu a visita de dois integrantes do grupo – Cledilson Filho e Clarisse Vieira – para a entrega dos materiais: roupas para mulheres e crianças, sapatos, brinquedos, perfumes, e uma infinidade de outros itens foram doados para as mulheres e seus filhos atendidos pela Casa Abrigo.

Com endereço sigiloso, o local recebe mulheres em situação de violência e sob ameaça de morte por seus companheiros e ex-companheiros. Elas ficam abrigadas no local com seus filhos e dependentes até que sejam garantidas as medidas protetivas legais, para que possam retornar com segurança à sua rotina.

Devido ao caráter de urgência da proteção, muitas delas saem de casa apenas com a roupa do corpo e, depois que deixam a Casa Abrigo, nem sempre podem voltar para as suas casas para recuperar os seus pertences, em função de o agressor permanecer morando no local. Assim, as doações recebidas servirão para este fim: ao chegarem na Casa Abrigo nesta situação, elas receberão um kit com pertences pessoais para si e para os seus filhos.

“A Casa Abrigo tem o funcionamento garantido pela Prefeitura, para isso não necessitamos de doações, porém, os itens recebidos por esta campanha serão muito bem-vindos para atender às necessidades pessoais das abrigadas, que muitas vezes chegam ao local sem nada”, reforça Aparecida França, secretária da Semul.

A secretária se colocou à disposição do grupo para conversar com os integrantes das academias participantes da campanha, sobre a importância da valorização da mulher, do respeito aos seus direitos e da não-violência.

Secom/Natal