Atletismo 29/02/2016 08:06

Cláudio Santos não resiste ao calor

Por admin

Com 30 graus na largada, ainda às 6h30, apenas sete dos 18 atletas inscritos para os 50km da Copa Brasil de Marcha, valendo como Campeonato Sul-Americano, terminaram a prova disputada na praia do Pontal, no Rio de Janeiro. E mesmo os equatorianos, marchadores tradicionais e acostumados ao calor, não esperavam tanto, como afirmou o vencedor Claudio Villanueva Flores, que fez a marca de 4h23min37. Para o Comitê Rio 2016, que tratou a competição como evento-teste para os Jogos Olímpicos, piso e percurso foram aprovados, assim como a tecnologia de cronometragem – os pontos principais para avaliação.

Potiguar representou o estado no Campeonato Sul-americano no Rio de Janeiro

Potiguar representou o estado no Campeonato Sul-americano no Rio de Janeiro

Para os atletas brasileiros, de modo geral, o piso de asfalto novo, recapeado, e o circuito, plano e com apenas duas curvas no circuito fechado de dois quilômetros, é excelente porque permite uma prova rápida, apenas o calor foi o principal adversário, provocando as desistências. O potiguar Cláudio dos Santos, de Currais Novos (RN), que parou no quilômetro 22, disse que ao site do Rio 2016 que na hora do cansaço muitas coisas passam pela cabeça: “A gente pensa em tudo, mesmo. Em parar, em continuar. É tanta coisa. Dependendo de como você está, dá até vontade de chorar. Dói o corpo todo, principalmente nesta área (mostra a região do estômago de lado a lado)”.

Com informações do site Rio2016.com