Trânsito 12/01/2021 07:38

Jogador que atropelou e matou casal dirigia acima da velocidade permitida

Por admin

O laudo de exame de local de acidente de trânsito, produzido pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), concluiu que a “velocidade excessiva” do Mini Cooper dirigido pelo então jogador do Botafogo Márcio Almeida de Oliveira, o Marcinho, foi uma das causas do atropelamento que matou duas pessoas, no último dia 30 de dezembro.

O atleta estava trafegando a 98km/h ao passar pela altura do 17.170 da Avenida Lúcio Costa e atingir o casal de professores Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima. Alexandre morreu logo após o acidente. Já Maria Cristina ficou internada durante seis dias, mas também não resistiu aos ferimentos.

O Globo