Governo do RN 09/03/2021 06:01

Governadora recebe manifesto de apoio assinado por mais de 80 entidades

Por admin

Durante solenidade virtual alusiva ao Dia Internacional da Mulher, nesta segunda-feira (8 de março), a governadora do Rio Grande do Norte, professora Fátima Bezerra, recebeu manifesto de apoio assinado por mais de 80 entidades.

O texto foi lido pela deputada federal Natália Bonavides no evento promovido pela Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh) que teve como tema “Mulher potiguar em defesa da vida” e foi transmitido pelo governo no Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=lrBSezDkiDo).

O manifesto diz que a liderança exercida pela governadora no estado e no país potencializa as agressões machistas que recebe. De acordo com o documento, esses ataques são “de caráter reacionário e misógino que ferem a todas nós mulheres que somos igualmente agredidas quando a governadora do nosso estado é insultada em sua condição de mulher.” O manifesto está disponível para arrecadar mais assinaturas, pelo link: http://chng.it/sQyGPsFcdr.

A chefe do Executivo estadual agradeceu ao confirmar que os tempos têm sido muito difíceis com a polarização, e que os ataques mais graves são as fake news. “Atacam minha história, minha dignidade, minha reputação, minha condição de mulher. Esses que me atacam terão o julgamento que a história vai dar, mais cedo ou mais tarde. A cada ataque desses, eu respondo levantando a cabeça com muita firmeza, clareza e sabendo que não estou só”, disse.

A governadora rendeu homenagens a várias mulheres potiguares, representantes de diversos setores e que têm enfrentado o desafio da pandemia.

HOMENAGENS

O momento foi de cumprimento especial às profissionais de saúde do Rio Grande do Norte – enfermeiras, fisioterapeutas, cozinheiras, copeiras, mulheres da limpeza que trabalham nos hospitais, UPAS, e todas as cientistas, que contribuem para o desenvolvimento da ciência no RN. Algumas médicas da linha de frente e pesquisadoras foram citadas.

A doutora Marise Reis Freitas, do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Qualidade em Serviço da Saúde da UFRN foi convidada a representar a classe e contextualizou o momento.

“A ciência é uma ferramenta pra que a gente conquiste uma vida melhor. É pra isso que ela serve. O século 21 escancara essa perspectiva de compreendermos a responsabilidade de conquistar ou perseguir soluções para reduzir a desigualdade social”, destacou a pesquisadora para lembrar que é preciso reduzir as desigualdades, garantindo acesso à educação, saúde, moradia e, principalmente, o direito à vida.

“Homenagear essas mulheres é mais do que um dever diante do contexto tão grave que nós vivemos de pandemia com todas as suas consequências, o quanto essas mulheres têm contribuído colocando o saber delas a serviço da humanidade. São vocês que nos dão força pra gente resistir frente aos negacionistas, quanto mais eles tentam nos atacar, mais vocês nos trazem argumentos, fundamentos pra que a gente siga a caminhada”, destacou a governadora Fátima.

O ato solene também prestou tributo a todas as mulheres que tiveram suas vidas ceifadas pela covid-19; especialmente à professora pesquisadora e feminista Elizabete Nasser, pioneira na discussão de gênero, na década de 80.

A cantora Glorinha Oliveira, falecida em fevereiro deste ano, foi lembrada na homenagem. Ela era conhecida como o Rouxinol Potiguar e honrou os palcos e a história cultural do RN.

As apresentações culturais ficaram por conta da Roda de Mulheres do Samba Potiguar e da escritora Rizolete Fernandes.

Além das já citadas, também marcaram presença a senadora Zenaide Maia, o senador Jean Paul Prates, a deputada estadual Isolda Dantas e as vereadoras de Natal Brisa Bracchi, Divaneide Basílio e Júlia Arruda. A procuradora geral adjunta de Justiça do RN, Elaine Cardoso, e a promotora de Justiça Érica Canuto participaram da solenidade.

Pelo Governo, registraram presença: a secretária da Semjidh, Eveline Macedo; secretária do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Iris Oliveira; a subsecretária de Políticas para Mulheres, Ivanete Oliveira; a coordenadora do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, Joana d’Arc; coordenadora do  Conselho Estadual de Políticas Públicas de Igualdade Racial, Lúcia Helena; coordenadora do Grupo Afirmativo de Mulheres Independente, Goretti Gomes; representante das Mulheres com Deficiência, Ivoneide Damasceno.

Assecom-RN