Covid-19 27/04/2021 06:19

Vereadora Divaneide Basílio cobra esclarecimentos da Secretaria de Saúde sobre “apagão” na vacinação em Natal

Por admin

A vereadora e presidenta da Comissão de Direitos Humanos Divaneide Basílio (PT-Natal) protocolou requerimento solicitando que à Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) preste esclarecimentos sobre as aglomerações e a falta de vacinas registradas neste fim de semana na cidade. Os documentos foram enviados nesta segunda-feira, 26.

A urgência do requerimento surgiu em meio aos últimos acontecimentos e erros na distribuição de vacina por parte da prefeitura de Natal. Há nove dias há registros de casos de falta Coronavac para segunda aplicação.

“Não tem sido fácil ouvir as reclamações pela falta de doses de Coronavac e aglomerações nos pontos de vacina na cidade. Precisamos de respostas concretas para tentar solucionar os problemas e dar celeridade à vacinação em Natal. A população deve ser vacinada sem erros e que haja transparência na prestação de contas desse processo” , declarou Diva.

Divaneide solicitou à Secretaria resposta para as seguintes questões:

  • quantas pessoas aguardam a D2 de Coronavac ?;
  • quantas doses de vacina foram desperdiçadas ?;
  • quantas pessoas com deficiência receberam a primeira dose e estão aguardando a segunda?;
  • qual o cronograma previsto para sanar essa situação e outras questões ?
  • como a prefeitura vai resolver a aglomeração nos drives thru?
  • qual a despesa real com drive thru, visto que não é só prédio já existente e pessoal, existe tendas, cadeiras etc.?
  • quantas pessoas da área de segurança faltam receber a segunda dose?
Regimentalmente, após a aprovação e recebimento oficial, o Executivo Municipal tem 15 dias para dar retorno às perguntas. Na semana passada, o mandato da vereadora também chegou a requerer que a SMS seguisse as recomendações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) depois que o estoque de Coronavac acabou por falta de logística da prefeitura, que não reservou as vacinas D2 e usou como primeira dose (D1).