Paralimpíadas de Tóquio 14/08/2021 07:00

Joana Neves e Cecília Araújo realizam o primeiro treino no Japão

Por admin

Depois de seis dias em solo japonês, os nadadores paralímpicos do Brasil treinaram pela primeira vez nesta semana em Hamamatsu. O grupo estava em isolamento total desde o dia 6, pela possibilidade de exposição ao vírus durante o voo por contato próximo ao membro da delegação que testou positivo ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Narita, no Japão.

Fazem parte do grupo as atletas do Rio Grande do Norte, Cecília Araújo, que é de  Natal, mas compete pela Associação Paradesportiva de Integração Naurú/Indaituba-SP, e Joana Neves, da Sadef-RN.

“Foi como aprender a nadar novamente. Dar as primeiras braçadas após uma semana foi sensacional, foi como já dar as primeiras braçadas para competir”, contou Joana Neves, prata nos 50m borboleta no Mundial de Londres 2019.

A Seleção brasileira de natação nos Jogos Paralímpicos de Tóquio contará com 36 nadadores. As provas se iniciam no dia 25 de agosto no Centro Aquático de Tóquio. Até a próxima semana, os nadadores treinam na cidade de Hamamatsu.

Ao todo, 52 pessoas da delegação paralímpica brasileira estão em isolamento em quatro hotéis na cidade de Hamamatsu desde que foi identificado contato com um indivíduo que testou positivo para novo coronavírus na chegada ao Aeroporto Internacional de Narita, no Japão, no início da noite de sexta-feira, 6.

Foto: Taiana Lopes/CPB