Senado Federal 20/08/2021 14:06

CPI da Covid: Senador Jean desmascara dono da Precisa Medicamentos

Por admin

O Líder da Minoria, Senador Jean (PT-RN), tem se destacado constantemente na mídia nacional e nas redes sociais, durante suas participações na CPI da Covid. Na última sessão, realizada na quinta-feira (19), que contou com a presença do dono da Precisa Medicamentos, Francisco Maximiano, o parlamentar potiguar revelou que o governo Bolsonaro autorizou compra de vacina da Precisa que sequer tinha contrato formal com o laboratório para vender os insumos no Brasil.

O Senador Jean perguntou ainda se o empresário conhecia o serviço chamado Quick Card.

“O Quick Card é uma espécie de cartão de débito pré-pago. Você emite um Quick Card para alguém e essa pessoa usa aquele dinheiro como quiser. Eu estou lhe perguntando isso, porque as suas empresas transferiram R$6 milhões em 2020 para esse serviço chamado Quick Card. O senhor tem conhecimento disso?’’, questionou.

A Precisa está sendo investigada pela CPI por suspeitas de irregularidades e por ter criado um esquema de propinas não identificado de distribuição de cartões. Jean questionou se as empresas têm utilizado esse serviço para o pagamento de funcionários, bonificações e colaboradores eventuais, com um valor que já chegou a mais de R$ 6 milhões, conforme revelou o Líder da Minoria.

“Se é um hábito usar assim, tudo bem, mas se não é, ou é uma coisa escamoteada, é estranho. E, se não houver problema nenhum, já antecipo aqui que deveriam ser fornecidas a esta CPI as informações. É do nosso interesse, porque pode ser uma inovação aqui, uma nova forma de pagar pessoas de forma escondida’’, completou Jean.

No primeiro momento, Maximiano informou não recordar desse serviço e, em seguida, afirmou que iria exercer o direito ao silêncio.

Repercussão

A fala do Senador Jean, na sessão de ontem, rendeu grande destaque nas redes sociais, principalmente no twitter. O parlamentar, mais uma vez, foi um dos assuntos mais comentados da plataforma no final da tarde.