Paralimpíadas de Tóquio 04/09/2021 06:04

Rufino faz melhor tempo da história da canoagem e conquista a medalha de ouro

Por admin

O Brasil conquistou mais uma inédita medalha de ouro durante a sua participação nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Desta vez, foi na canoagem, com o sul-mato-grossensse Fernando Rufino, 36 anos, que venceu a disputa dos 200m VL2 (na canoa), na madrugada deste sábado, 4. O canoísta brasileiro liderou a final de ponta a ponta e fez o melhor tempo da história da prova, com o tempo de 53s077, disputada nas raias do Sea Forest Waterway, na capital japonesa.

Antes, o país havia conquistado um bronze na modalidade, com o atleta Caio Ribeiro, que ficou no terceiro lugar no Rio 2016, quando a canoagem entrou pela primeira vez no programa dos Jogos Paralímpicos.

Na mesma final de Rufino, o canoísta brasileiro Luis Carlos Cardoso, que na noite da última quinta-feira, 3, havia conquistado a prata nos 200m individual KL1 (caiaque), terminou a disputa na sétima colocação, com o tempo de 56s390.

“Este ouro eu dedico ao ano difícil de pandemia que as pessoas tiveram. Eu dedico a todos que perderam pessoas queridas, eu perdi gente que amava. Este ouro é uma forma de alegrar o povo. O brasileiro é um povo lutador e vibrou comigo”, disse Fernando na zona mista. Enquanto dava entrevista, Rufino ouvia música sertaneja.

Foto: Miriam Jeske/CPB