Saúde 30/12/2021 06:05

Centro de Enfrentamento às síndromes gripais inicia atendimento no Cemure

Por admin

Com o avanço da gripe influenza (H3N2) na capital potiguar, a Prefeitura de Natal agiu rápido e em menos de 24 horas montou no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure), um Centro de Enfrentamento às Síndromes Gripais. O Centro funcionará de segunda a sexta, de 8h às 17h, com atendimento médico e dispensação de medicamentos a pacientes com sintomas da gripe.

O prefeito Álvaro Dias visitou o Centro, onde conversou com a população. Ele participou de uma reunião com o secretário municipal de Saúde, George Antunes, além de profissionais do Departamento de Atenção Básica à Saúde da SMS, Laboratório Municipal (DINT), Vigilância Epidemiológica, Instituto de Medicina Tropical, Ministério da Saúde e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Na reunião, foram discutidas as estratégias de enfrentamento à influenza e tomadas providências operacionais.

“Convoquei o secretário de Saúde, George Antunes, e sua equipe, às 11 horas da manhã de ontem, e em menos de 24 horas, conseguimos montar a infraestrutura do Centro de Enfrentamento às Síndromes Gripais para atender à população. A unidade vai dispor de médicos, enfermeiros, exames e medicamentos. Com isso, vamos descentralizar as Unidades Básicas de Saúde e as UPAs, que estão sobrecarregadas. É um momento grave, que já podemos classificar de epidemia”, acentuou Álvaro Dias.

O cidadão João Paulo procurou atendimento para sua mãe em uma Unidade Básica de Saúde e foi encaminhado para o Centro de Enfrentamento às Síndromes Gripais. Ela apresentava os sintomas característicos da influenza. Ou seja, gripe e moleza no corpo: “Primeiro procurei o posto de saúde, mas estava lotado. Daí fui encaminhado aqui para o Centro, onde estamos aguardando atendimento”, disse João Paulo.

“Nós estamos com a situação da pandemia de Covid controlada. Não temos pacientes internados. Sabemos por experiência que o vírus que está circulando mais é o da influenza mesmo, e a estratégia é a gente tratar precocemente os pacientes para evitar as hospitalizações”, observou o secretário municipal de Saúde, George Antunes.  Ele comentou que as unidades básicas e o Centro de Síndromes Gripais é para casos mais leves: “Se a pessoa estiver com um quadro mais grave, com febre alta, muita secreção, dificuldade respiratória e prostração deve procurar uma unidade mais especializada como uma UPA”.

O prefeito Álvaro Dias disse, ainda, que o Centro está atendendo pacientes de qualquer região de Natal. E, se houver necessidade, a Prefeitura abrirá outros Centros de combate à influenza na cidade, a exemplo do que foi feito no auge do enfrentamento à Covid-19, como no Palácio dos Esportes. Agradeço à toda equipe da Secretaria de Saúde, que mostrou agilidade, vontade de fazer e comprometimento com o drama que estamos atravessando mais uma vez”.

Foto Alex Régis – SECOM