Agronegócios 05/06/2022 08:08

Apodi volta ao Circuito de Exposições Agropecuárias do RN

Por admin

A governadora Fátima Bezerra visitou a primeira Exposição Agropecuária de Apodi (EXPOAP), na Praça da Juventude. A feira integra o Circuito Estadual de 2022, o maior do Nordeste e o maior já promovido no Estado, que já passou por Currais Novos, São Paulo do Potengi, Parnamirim, Lagoa Nova e Caicó. Ao todo, serão 25 municípios potiguares, com investimento de cerca de R$ 4 milhões. Depois de dois anos sem realização presencial o Circuito de Exposições Agropecuárias foi retomado no Rio Grande do Norte.

“O governo está fazendo o seu papel. Vamos percorrer todas as regiões do Rio Grande do Norte para que possamos desenvolver cada vez mais as atividades produtivas que integram as Exposições Agropecuárias. O fundamental é, com isso, fomentar as economias locais e garantir a dignidade ao nosso povo”, ressaltou a chefe do executivo estadual.

“Após dois anos muito difíceis com a pandemia, realizamos o maior calendário de Exposições Agropecuárias do Nordeste. Nenhum governo fez o que a governadora tem feito pelo pequeno produtor, pelo agropecuarista e pelo agronegócio do Rio Grande do Norte”, avaliou o secretário adjunto da Sape, Marcelo Júnior.

O gestor falou do significado da ampliação do número de Exposições pelo Governo do RN, que nesta edição terá o maior Circuito já realizado no Estado. “Vai ficar marcado no Agronegócio. Estamos fazendo história no nosso Estado”, pontuou Marcelo Júnior.

O evento, realizado pelo Governo do Estado por meio da Secretaria da Agricultura da Pecuária e da Pesca (Sape/RN), e em parceria com a Prefeitura Municipal de Apodi e a Federação da Agricultura e Pecuária do RN (Faern/RN), “coloca a cidade de volta ao Circuito de Exposições Agropecuárias”, afirmou o prefeito de Apodi, Alan Silveira. Ele destacou, ainda, a importância econômica do evento para o município. “E essa primeira edição está sendo um sucesso da parceria prefeitura, Governo do Estado, criadores e empresas, movimentando a economia em negócios e no comércio local”.

Na ocasião, o Governo do RN fez, ainda, a entrega de uma ensiladeira à prefeitura de Apodi. “Para que seja feito aqui um trabalho de armazenamento e estocagem de forragens”, pontuou o secretário estadual do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar, Alexandre Lima.

A ensiladeira é uma máquina agrícola capaz de transformar as plantas forrageiras e outras forragens verdes na silagem, que serve como alimento para o gado porque possui um valor nutritivo muito alto se for bem-feita.

Alexandre falou ainda sobre a implementação de políticas voltadas para a agricultura familiar no município. “Aqui em Apodi, o Governo do Estado, através do PECAFES, comercializou nos últimos dois anos, praticamente R$ 2 milhões. E isso através do cooperativismo”, destacou.

O Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária prevê aquisição de no mínimo 30% de itens da agricultura familiar em compras realizadas via Governo do Estado (diretas e indiretas). Em três anos, foram cerca de R$ 25 milhões em compras em todo o RN, favorecendo cerca de 1.200 agricultores e agricultoras por meio de suas associações e cooperativas.

A 1ª Expoap tem uma vasta programação com torneio leiteiro, exposição de animais, apresentações culturais e shows musicais. A expectativa dos organizadores é expor cerca de 1.300 animais (entre bovinos, caprinos e ovinos) e movimentar um público de 5 mil pessoas nos três dias de evento.

Além dos já citados, acompanharam a governadora os secretários Daniel Cabral (Comunicação), Gustavo Coelho (Infraestrutura), a secretária adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista, o diretor geral do Idiarn, Mário Manso, o diretor presidente da Emparn, Rodrigo Maranhão, diretor técnico do IDEMA, Werner Farkat, André Nunes (Igarn), diretora do Hospital Regional de Apodi, Jirlene Ferreira, diretor da Penitenciária Mário Negócio, Márcio Morais, e a diretora da 13ª Direc, Luzia Pinto.

Participaram, ainda, o vice-prefeito do município de Severiano Melo, Yure Paiva, a deputada estadual Isolda Dantas, presidente da ANCOC, Caio Otávio, Acácio Brito (ANORC), José Vieira (Sistema FAERN/SENAR), a presidenta da Unicafes, Fátima Torres, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Apodi, Agnaldo Fernandes, e vereadores de Apodi Railton Diogenes, Laeti Oliveira e Adailton Targino e de Mossoró, João Gentil.

Governo do RN na Expoap

A SAPE armou uma estrutura de estande durante os dias da Exposição que serviu como apoio para a Emparn, Idiarn e Emater. O Idiarn ficou responsável pela fiscalização e recepção dos animais, e a Emparn  por uma programação científica, com palestras sobre avicultura, palma forrageira e pragas.

Além disso, no estande é feita a comercialização de produtos com genética e qualidade. Outro destaque também no estande da Emparn é a distribuição de raquetes de Palma Forrageira.

O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) está presente em Apodi realizando o cadastramento de usuários de água do município e região.

O Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte (Emater) tem um escritório móvel, na sede do Idiarn, de 8h às 14h.

No escritório da Emater, está em funcionamento uma UTD (unidade técnica demonstrativa do plantio de palma, milho, capiaçu e barragem subterrânea). Destaque, também, para a distribuição de mudas de espécies frutíferas e florestais, além da participação no torneio leiteiro com avaliadores.

Governo entrega selo SISBI na Expoap

Durante a abertura da primeira Exposição Agropecuária de Apodi, o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN, por meio do Governo do Estado, oficializou a entrega do certificado SISBI à granja avícola Filadélfia, localizada no município de Mossoró.

O estabelecimento que atua no mercado mossoroense há mais de 15 anos já possuía o registro SEIPOA/IDIARN, que permite a comercialização dos produtos dentro do estado. Agora, com a concessão, a granja avícola Filadélfia poderá ampliar suas vendas para todo o Brasil.

“Conseguir a concessão do SISBI é motivo de grande satisfação para nossa empresa, é o reconhecimento da dedicação e trabalho sério feito ao longo de todos esses anos. Além disso, o selo traz a o incentivo do desenvolvimento local na geração de emprego e renda com a expectativa de aumento de produção e comercialização dos nossos produtos” disse Richard Victor, gerente de produção da granja Avícola.

Foto: ELISA ELSIE /ASSECOM